Como calcular o Km rodado?

É comum em empresas de diferentes portes e segmentos, o uso de veículos de seus colaboradores para realizarem visitas à clientes ou fornecedores e nesta tarefa surge uma dúvida sobre os gastos, como calcular o custo por Km rodado?

Este cálculo de quilômetro percorrido tem uma fórmula simples, mas inclui muitas variáveis que dependem basicamente de 3 fatores:

  • Consumo de combustível
  • Manutenção do veículo
  • Depreciação do bem

No item de consumo de combustível é importante destacar que além de ser o item de maior peso na composição, aproximadamente 60%, é flexível de acordo com a região e oscila bastante, por isso mantenha esta informação sempre atualizada em sua planilha.

A manutenção do veículo é um item mais complexo e prevê não só o básico como revisões, troca de óleo e alinhamento/balanceamento, dentro desta conta poderá ser incluído os gastos com peças de reposição em decorrência do desgaste, mas é relevante salientar que esses custos geralmente são divididos entre a empresa (50%) e o colaborador (50%), pois o veículos não deixa de ser propriedade do funcionário e portanto também é de uso pessoal.

Quanto a depreciação do bem, ou seja, a desvalorização do veículo, deve-se levar em consideração o tempo, se o cálculo de depreciação for de aproximadamente 2 anos, deve se considerar algo entre 20% e 30%, para 5 anos a porcentagem cai um pouco e fica entre 10% e 15% ao ano, mas lógico que isso é uma média, pois esta conta só será exata se analisar especificamente cada veículo. Vale salientar que para cálculos mais precisos é necessário também analisar outros pontos como: se o automóvel é nacional ou importado, passeio ou de carga e ainda, se é seminovo (até 2 anos) ou não, tudo isso influencia bastante.

Agora que temos algumas informações iniciais sobre o cálculo de Km rodado, podemos iniciar algumas simulações e chegar a resultados possíveis que se aproximem do seu cenário atual.

Vamos começar com um veículo popular de passeio no valor de R$ 25.000,00 com menos de 2 anos e que percorre aproximadamente 20.000 Km por ano com consumo de 13 Km por litro:

Valor do veículo: R$ 25.000,00

Valor por Km
Gasto de combustível: R$ 10.800,00 (R$ 4,50/litro) R$ 0,34
Depreciação: R$ 5.000,00 (20%) R$ 0,25
Manutenção: R$ 2.500,00 (10%) R$ 0,12
Valor a ser pago por Km → R$ 0,71

 

Se realizarmos um cálculo mais detalhado, podemos considerar outro contexto um pouco mais específico, vamos utilizar um veículo de porte maior, um pouco mais velho com 4 anos, consumo de 10 Km por litro e que percorre 40.000 Km por ano.

Veja este exemplo de cálculo de quilômetro rodado como ficaria:

Valor do veículo: R$ 37.000,00

Valor por Km
Gasto de combustível: R$ 18.800,00 (4,70/litro) R$ 0,47
Depreciação: R$ 4.810,00 (13%) R$ 0,12
Manutenção: R$ 800,00 (Pneus) R$ 0,02
R$ 600,00 (Troca de óleo) R$ 0,02
R$ 1.500,00 (Peças) R$ 0,04
R$ 1.200,00 (Seguro) R$ 0,03
Valor a ser pago por Km → R$ 0,69



Nestes dois exemplos utilizamos modelos bem diferentes de veículos e percebam que a discrepância do valor a ser pago por Km é bem pequena, isso ocorre porque levamos em consideração a mesma política da empresa, se no seu caso você costuma incluir os gastos com IPVA e Seguro obrigatório por exemplo, esse valor pode subir um pouco, mas a faixa que a maioria das empresas brasileiras utilizam em 2019 é de R$ 0,60 à R$ 0,90 por quilômetro rodado, segundo pesquisa da KM Online, plataforma de gestão de despesas e reembolso de quilometragem.

Para mais informações ou dúvidas sobre o cálculo, envie mensagem para:
anderson@kmonline.com.br

2019-08-05T15:25:38+00:00 Agosto 5th, 2019|Gestão, Políticas de Reembolso|
×

Olá!

Sou o André, faço parte da equipe de atendimento da KM Online. Para iniciar o chat comigo basta clicar no botão abaixo:

× Em que posso ajudar?